Arquivos da categoria: SQL Server

Localizar um objeto em todos os bancos de dados

SQL Server localizar objeto tabela view procedure trigger em todos os bancos de dados do servidor

Algumas ferramentas para banco de dados possuem uma busca para objetos(tabelas, triggers, views, etc) no banco de dados, para o caso de não ter disponível ou como no meu caso, de precisar fazer de forma dinâmica dentro de uma aplicação, pode-se utilizar o código abaixo:

Dados aleatórios e busca inteligente

Por melhor que seja sua rotina de busca, ainda assim vai existir um usuário que não consiga encontrar o que esta procurando, por isso criei a rotina abaixo para fazer algo parecido com a busca do google.
Para testar utilizei também uma rotina para gerar dados aleatórios que pode ser muito boa para testar procedimentos.

ATENÇÃO!! Veja a função SPLIT aqui

Função split no SQL Server para dividir um texto em um array

função split para dividir um texto em um array

  Existem situações do cotidiano em que precisamos de um recurso sisponível para a grande maioria das linguagens de programação que é o SPLIT, que consistem em dividir um texto em várias partes tendo como base um caractere delimitador.

EX.: “Maria Jose João Paulo Joaquina”
Imagine que você precise destes nomes separados em uma lista. É isto que o split faria.
Vi alguns exemplos na internet, mas não gostei da forma que foi implementado, por isso criei esta que vou apresentar.

Para este código foram utilizadas as seguintes funções:

Buscar trecho de código no banco de dados

   Existem muitas situações onde precisamos descobrir se alguma storedprocedure esta usando ou alterando um determinado campo de uma tabela. Uma forma de fazer isto sem a ajuda da ide é fazendo uma busca na tabela Syscomments como no código abaixo:

Listar todas as tabelas com a quantidade de registro

     Existem situações em que é preciso saber a quantidade de registros em um banco de dados ou a quantidade de registros nas tabelas do banco. Uma destas situações pela qual costumo passar é quando preciso optimizar consultas e preciso saber a cardinalidade das tabelas envolvidas para decidir qual índices priorizar na junções condições e ordenamento. Para isso criei a rotina abaixo que lista todas as tabelas do banco de dados e sua respectiva cardinalidade ( Quantidade de registros ).